16 de julho de 2012

Big Mac: índice comestível


Se você nunca se imaginou comprando um Big Mac pensando que o preço que pagou por ele poderia medir a valorização de qualquer moeda em todo o mundo, acredite: há quem o faça.  O Índice Big Mac (ou Big Mac Index) existe há 26 anos e foi criado pela revista inglesa The Economist para determinar o quão sobre ou subvalorizada está determinada moeda.

Por ser um produto vendido em todo o mundo - inclusive na Índia, onde as carnes de hambúrguer são feitas à base de soja –, a variação do preço do Big Mac oscila muito entre os países. Os dados são obtidos a partir da comparação do custo do hamburguer entre os Estados Unidos e o de algum outro país. Entenda: se nos Estados Unidos o produto vale 4 dólares e em algum país europeu 4 euros, há uma equivalência no seu preço.

No Taiwan, por exemplo, o preço de um Big Mac corresponde a aproximadamente US$ 2,50, ou seja, há uma desvalorização de 7% ante o dólar. Já na Colômbia, há uma supervalorização de 108% diante do dólar: colombianos pagam em torno de US$ 4,54 pelo hambúrguer. No ranking elaborado pela The Economist, o Brasil situa-se em quarto lugar, sendo US$5,68 o custo do produto.



2 comentários:

Jaqueline Cristina disse...

Muito interessante! Nunca havia pensado assim.

Bom saber.
Bjoks

novela Soldado de chumbo disse...

Nossa interessante mesmo , big mac tbm é cultura ... haha

adoraria sua visita em meu blog

http://www.soldadochumbo.blogspot.com.br/

blog novela siando do forno

Postar um comentário

Twitter

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Hosted Desktops