2 de março de 2011

Espetáculo bizarro


            Malabaristas, palhaços e animais treinados são atrações típicas dos circos atuais, mas a realidade era outra há anos atrás. Em 1887, nos Estados Unidos, surgiu o Barnum and Bailey Circus, um show de aberrações que divertia e aterrorizava o respeitável público. Eram aberrações e anomalias humanas das mais raras e diversas, vindas de diversas partes do mundo. Ah, e claro, os charlatões também tinham o seu lugar.
            Você, que se encontra impossibilitado de voltar ao tempo e presenciar o show, ou simplesmente ver as aberrações na esquina da sua casa, contente-se com os relatos de O contador de odisséias sobre as maiores atrações dos espetáculos circenses dos séculos XIX e XX.


A MULHER DE QUATRO PERNAS
        Josephine Myrtle Corbin nasceu com dipygus, uma anomalia que consiste em ter duas pélvis separadas lado a lado. Melhor dizendo: haviam duas pernas extras. Isso aconteceu pelo impossível desenvolvimento de sua irmã siamesa, fazendo com que suas pernas não se separassem da forma ideal. Josephine ficava de pé com as duas pernas do meio, mas elas não podiam agüentar o peso do corpo por muito tempo. 




O HOMEM LAGARTO
Enrolava e fumava cigarros, escrevia, pintava e se barbeava. Isso tudo sem os seus membros inferiores e superiores! Não é de surpreender que Prince Randian atraísse tantos espectadores no circo de PT Barnum. Conhecido como ‘homem lagarto’, Radian vestia uma roupa de lã, que mais parecia uma meia gigante, e em suas apresentações, contorcia-se para locomover-se, aumentando o seu aspecto de anelídeo, já que se parecia com uma minhoca. E para completar a sua surpreendente história de vida, o sujeito ainda teve uma esposa e cinco filhos. Animal (no amplo e literal sentido da palavra)!
 


A MULHER CAMÊLO
        Não, ela não foi a musa inspiradora do Curupira, mas muitos fazem a ligação entre a personagem e esta sublime mulher. A diferença é que, além de Ella Harper locomover-se através de seus membros superiores e inferiores, eram os seus joelhos que ficavam para trás, e não os pés. A deformidade fez de Harper uma das maiores atrações do W. H. Harris’s Nickel Plate Circus. Alguém duvida?
 

 CABEÇA DE ALFINETE
Schlitzie fez sucesso em vários circos em meados de 1925, chegando, posteriormente, a encenar em filmes. A razão de toda essa fama foi a sua microcefalia, uma doença responsável pela formação de um cérebro minúsculo, sua miopia e seu retardo mental acentuado.
  



 


O REI LEÃO
       Stephan Bibrowsky nasceu com uma doença chamada hipertricose. Com apenas 50 casos documentados ao redor mundo, a doença causa excesso de pêlos em todo o rosto do portador. Assim, Bibrowsky ficou conhecido como o “homem com cara de leão”. Famoso na Europa, o jovem viajava e fazia shows, mas sua intenção não era apenas mostrar a sua característica ímpar, mas fazer com que as pessoas vissem que apesar da sua anomalia, era capaz de ser dotado de inteligência e de poder falar até cinco idiomas

24 comentários:

• cynthia bs disse...

Querida Andrezza,
que bom ter você sempre por perto! Adorei sua visita. Faça mais quando quiser, afinal o Flores de um jardim também pertence à você, seguidora fiel (:

Ah, minha Nossa! Que bizarro os espetáculos circenses dos séculos passados. As pessoas não se limitavam em fantasias, num é mesmo? Tudo era muito real :O

Cara, adorei ler sobre isto. É o que sempre me chama a atenção aqui no Contador de Odisséias: sempre há ÓTIMAS novidades (:

Bom, estou indo. Fico feliz que estejas gostando do conto que estou a escrever. Logo menos posto a oitava parte!

Se cuida, beijinhos...
Com amor,
Cynthia =*

Cissa Romeu disse...

Oi Andrezza! Muita sorte no teu início de curso de jornalismo, vai contando pra mim como está, tá bom?
Quanto ao teu post, interessante como vc trata de uma forma tão séria, assuntos bizarros como esse, e não menos sérios, claro; mas espantosamente chocantes e tristes. Sobre o "rei Leão" eu já sabia, dos outros não!
Muito obrigada por sempre aparecer lá no meu blog, para mim sua opinião é muito importante!
Boa sorte nos estudos! E obrigada por tudo!
Humoremconto
http://anaceciliaromeu.blogspot.com

Francorebel disse...

Achei o máximo, super David Lynch esse post!


E viva a diferença MESMO!


Bj!

F.

Jim Carbonera disse...

porra, cinco filhos o lagarto teve????

Isso sim q é o mais bizarro de todas as bizarrices ai descrita!

Pelo jeito seu membro genital, valia por todos outros membros que nao possuia :D

Bjs

http://www.estilodistinto.com/

Belinha disse...

Pior que isso existia mesmo senão me engano era uma doença .. nossa bizarro mesmo

Kell Alves disse...

Se fosse hj, grupos de defesa de portadores de necessidades especiais fariam o maior estardalhaço dizendo q era exploração.
Ficou nos devendo algumas fotos viu?
PS. Adoro ler os comentários nada a ver, bem do tipo microcefálicos :D

RNH disse...

gostei do Rei Leão *-*
e gostei também do post em si ^^

Lukas B. disse...

Seguindo akii
Me segue lá tbm e deixa um recado no Chat!!!
http://reii-dopop.blogspot.com

sweetboldness disse...

obrigada pela visita lá, já estou seguindo o seu também, aceita parcerias?
se quiser avisa lá que eu pego teu banner ;D
-
oO nunca gostei de circo, muito louco, ainda bem que é passado. Difícil acreditar ;o ;x


http://sweetboldness.blogspot.com/

Feline Ferdy disse...

Um verdadeiro show de horrores
o único que eu achei que se salvou é o ''Rei Leão'' rsrsrs

MADNESS - O BLOG DA LOUCURA!

Mauricio Flora. disse...

Gente, AMEI AMEI AMEI AMEI AMEI esse post
JUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUROOOOOOO

Marcos Carneiro disse...

Sim, sou jornalista.
Trabalho no Jornal Diário da Manhã, de Goiânia e estudo Comunicação Social na UFG.
...
Gostei do teu blog. Vou seguir você.
Acompanhe o meu.
Até.

Thiago Silva disse...

No circo do passado as aberrações humanas eram as agrades atrações. Hoje em dia temos aberrações que atraem um grande público também, exemplo de uma delas é BBB, uma enorme aberração social que invade todos os meios de comunicação e forma um circo de horrores.

Marte disse...

Mulher de 4 pernas. Significa que ela tem 2 vaginas? Opaa.

Seguindo através do Orkut. E porque gostei de seu perfil, e porque voce é linda. Siga de volta, vai.

Andre Mansim disse...

Menina que maluco isso né? E as pessoas se divertiam ao ver essas anomalias... Coitados dos "artistas" né?
Hoje isso daria em cadeia acho...

Obrigado por comentar no meu blog, passarei aqui mais vezes.

Fabi disse...

só de ver o nome... me assustei.

Victor Costa disse...

O Big Brother Brasil não chega a ser muito diferente dos circos de aberração do século XIX, exceto por um detalhe: um monte de retardados faz questão de se exibir no reality show da Globo.

No one ~ disse...

Noooosa.
Sem comentáaarios, lol.

Eu não iria em circo para ver esse tipo de espetáculo. É bem interessante e bah, mas não vejo graça ou diversão nisso como atrações.
Eu me amarro, cientificamente falando. *-*

bjs

http://nowitbeggins.blogspot.com

Victória Andressa disse...

Acho uma pena essas pessoas diferentes terem sido expostas desse jeito como se fossem aberrações, motivos de risada, ou de pagarem para ver. Como se fosse uma exposição de animais. Eu acho trágico, de extremo mau gosto e humor negro.


http://nexosereflexos.blogspot.com/

Black Sunshine disse...

Obg, tbm o seu blog parece ser muito interessante, voou te seguir :*

http://meigaediabolica.blogspot.com/

xo ;*

Mania Teen disse...

AMEI ESSE POST.
É SUPER LEGAL E UM POUCO BIZARRO TBM.
Beijos de Gaby Siqueira.

100% disse...

Eles é que são normais.

http://paradigmasuniversal.blogspot.com/

gostaria que me visita-se.

Luis Tonello disse...

olá Andrezza,

Bela história,
mostra como a sociedade tratava dos deficientes, serviam p/ chacota!!!!!!!!!!1.
O deficiente só gahava dinheiro assim. Triste a crueldade humana......

Menino Louco disse...

q loucura,mto legal p post.

Postar um comentário

Twitter

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Hosted Desktops